27°
Chapadão do Sul.MS
18 de Outubro de 2018
 
17/05/2018 às 08h53

Indústria de Mato Grosso do Sul deve crescer 6% este ano e 7,22% em 2019.

A indústria de Mato Grosso do Sul deve crescer 6% este ano. Segundo projeção da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), o PIB Industrial em 2017 atingiu R$ 18,3 bilhões e para este ano deve chegar a R$ 19,4 bilhões, enquanto para 2019 o montante previsto é de R$ 20,8 bilhões. “A recessão ficou para trás”, afirma o presidente da Fiems, Sérgio Longen, apontando para as previsões de crescimento da produção e recuo da taxa de desemprego.

No País, segundo o IBGE, no mês de março houve recuo da produção industrial em oito de 15 regiões pesquisadas. O IBGE não tabula dados de MS e a atividade industrial no Estado é avaliada pelo Índice Geral de Desempenho Industrial medido pela Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (IGDI/Fiems)

Pelas projeções da Fiems, o PIB do Estado deve apresentar um crescimento nominal médio de 4,3% ao ano entre 2015 e 2019. Em 2017, o PIB do Estado chegou a R$ 93,2 bilhões e para este ano deve atingir R$ 97,5 bilhões, enquanto para o próximo ano a previsão é de que alcance R$ 102,5 bilhões.

A participação da indústria no PIB estadual é de 22% (R$ 16,4 bilhões). O comércio e setor de serviços respondem por 41% (R$ 30,7 bilhões). Até dezembro de 2017 o Estado tinha 6.032 estabelecimentos industriais. A previsão é que esse número chegue a 6.201, empregando 121.500 trabalhadores.

De acordo com a Fiems, considerando o período de 2015 a 2019, a indústria de Mato Grosso do Sul deve registrar crescimento nominal médio de 4,9% ao ano, favorecida principalmente pelas exportações. A projeção de receita com as exportações de produtos industrializados neste ano é de US$ 3,51 bilhões, um crescimento nominal estimado de 15%. Os produtos industriais têm grande peso na balança comercial, respondendo por 64% das exportações do Estado.

Índice de Desempenho

A indústria do Estado completou um ano com média de desempenho positiva. De março de 2017 a março de 2018, o IGDI/Fiems oscilou entre 51,2 pontos a 58,0 pontos, fechando o ano com média de 55,0 pontos.

O maior índice foi apurado em agosto de 2017 (58,0 pontos). No período de 12 meses imediatamente anterior, janeiro de 2016 a fevereiro de 2017, o setor industrial viveu a pior fase, com média negativa em 13 meses consecutivos. O IGDI/Fiems é um indicador síntese do comportamento da indústria, calculado a partir das pesquisas de confiança e sondagem industrial.

Empregos

A atividade industrial responde atualmente por 19,1% de todo emprego formal no Estado. De janeiro a março deste ano, a indústria abriu 970 postos de trabalho. No total, as empresas do setor empregam 120.976 trabalhadores. O salário médio nominal em 2018 é de R$ 2.292.

*ms.gov.br

Tag3 - Desenvolvimento Digital